Um homem de palavra - Imagens engraçadas

Trabalho em equipe - Imagens engraçadas

Sinceridade na política - Imagens engraçadas


Outras imagens engraçadas

Pátria de chuteiras - Imagens engraçadas

País do futebol - Imagens engraçadas

Olho no lance - Imagens engraçadas

O amor é lindo - Imagens engraçadas


Outras imagens engraçadas 


O amor é lindo - Imagens engraçadas

Mudança de estratégia - Imagens engraçadas

Mãos leves - Imagens engraçadas

Harmonia familiar - Imagens engraçadas

Com a bola toda - Imagens engraçadas

Uma plástica expressiva - Histórias engraçadas








Uma jovem senhora resolveu procurar um cirurgião de renome internacional para fazer uma delicada cirurgia plástica no nariz.

Depois da operação:

- E então! Gostou? Era esse o nariz que a senhora sempre desejou? Perguntou o médico.
- Sim doutor! Está maravilhoso! Que lindo! Isso sim é que é um nariz de verdade e não aquele aspirador de pó que eu tinha antes.

- O que foi? Tem alguma coisa que não está lhe agradando? Perguntou o doutor?
- Bem... Agora eu estou um pouco insatisfeita é com o meu olhar. Eu gostaria de ter um olhar muito mais expressivo.

- Ufa! Que susto que a senhora me deu. Por um instante eu pensei que era algum problema com a nossa cirurgia. Quanto ao olhar expressivo, isso é bem mais fácil de resolver. O doutor saiu e depois de cinco minutos ele retornou. Pronto!... Aqui está a sua conta.

Edilson Rodrigues Silva

Um sucesso de operação - Histórias engraçadas


- E então! Como é que o senhor está se sentido hoje? Está mais disposto?
Perguntou o médico.
- Doutor, está doendo um pouco aqui do lado direito, mas é coisa pouca... Doutor, diga-me: O senhor você acha que depois dessa operação eu vou conseguir andar de novo? Perguntou o paciente.
- Acho melhor que sim. Respondeu o médico.
- Como assim: acho melhor que sim? Estranhou o paciente.
- Acho melhor o senhor ir se acostumando com a idéia porque o senhor terá que vender o carro e a moto para pagar os meus honorários e também a conta do hospital.

Edilson Rodrigues Silva

Susto na loja de roupas - Histórias engraçadas

- Eu estava experimentando algumas calças e pedi para que a vendedora me desse outro modelo de calça que eu também havia gostado. Vocês acreditam que a vendedora deixou na porta da cabine uma calça de homem. Eu estranhei aquela atitude da vendedora, mas depois ela voltou, pediu desculpas pela troca e trouxe a roupa certa. Disse a primeira amiga.
- E a minha irmã que estava lá experimentando um conjuntinho. Ela entrou no provador e só encostou a porta. Ela ficou de costas para a porta e acabou não percebendo que a porta se abriu. Aí amigas, foi à alegria da torcida do Corinthians. Quase todo mundo da loja viu ela só de roupas intimas. Essa minha irmã é tão distraída. Ela é a rainha das gafes. Eu passo cada uma com ela... Comentou a segunda amiga.
- É eu sei como é que é. Eu tenho uma prima que também e desse mesmo jeito. Nem me falem de loja de roupa. Eu tenho um caso pra lá de incrível. Eu nunca vi nada igual ao que aconteceu comigo quando eu estava comprando umas roupas numa loja lá do interior de São Paulo.
Eu estava lá toda feliz provando umas blusinhas bem lindinhas. Eu tinha acabado de provar umas duas peças e resolvi pegar outras peças para experimentar. Quando eu estava saindo do provador eu dei de cara com um boi enorme. Eu levei um susto tão grande que eu joguei tudo pra cima e sai correndo desesperada para fundo da loja e me escondi atrás de um manequim. Disse a terceira amiga.
- Um boi? Ô amiga, também não precisa apelar né? Mentira não vale. Disse a primeira amiga.
- Eu não estou mentindo. É sério. Lá na rua da loja estacionou um caminhão que transportava gado. Como uma das portas do veículo estava com problemas o gado conseguiu escapar e alguns animais saíram correndo pela rua. Um dos bois, um boi gigante resolveu entrar justamente na loja que eu estava. Vocês não têm idéia do baita susto que eu levei ao sair do provador e dar de cara com aquele touro ofegante e todo desesperado. Amigas, até hoje eu não acredito que aquilo aconteceu comigo. Ainda hoje, quando eu conto essa história ninguém acredita. Disse a terceira amiga.

Edilson Rodrigues Silva

Um funcionário muito prestativo - Histórias engraçadas

















- Seu Geraldo! Amanhã de manhã, os idiotas que fizeram aquele armário fajuto vem aqui para fazer o conserto da porta. Por favor, não se atrase por que eu chegarei um pouco mais tarde. Ok!
- Tudo bem seu Fernando. Vou chegar bem cedinho. Disse o prestativo Geraldo.
Na manhã seguinte:
- E então seu Geraldo? algum idiota Já chegou?
- Não seu Fernando, ainda não. O senhor é o primeiro.

Edilson Rodrigues Silva 

Natal, Um Papail Noel genérico - Imagens Engraçadas


Veja: mais imagens engraçadas de natal 


Tome Juízo! Adeus Irresponsabilidade - Imagens Engraçadas

Vem cá! Te conheço? - Imagens Engraçadas


Outras imagens engraçadas



Imagens de natal Engraçadas

Quem não tem cão caça com gato - Imagens Engraçadas

Imagens de natal Engraçadas

Imagens de natal Engraçadas

Acima de qualquer suspeita - Imagens Engraçadas

Deu Bode na Fiscalização - Textos Engraçados e Textos Pequenos



Embora aquele motorista morasse em São Paulo, por causa de um cliente especial, ele teve que fazer a entrega dos móveis numa cidade do interior de Minas Gerais.

Quando ele passava pela divisa entre os dois estados a Polícia Rodoviária Federal o parou. 
Os policiais deram uma geral na van, olharam atrás dos bancos, embaixo do veículo, nas portas, no motor e por fim, conferiram a nota fiscal.

Depois da inspeção ele foi liberado pelos Policiais Rodoviários. Antes de seguir viagem ele foi dar uma olhadinha num simpático bode que estava na carroceria de um pequeno caminhão que estava ali ao lado. Quando ele estava lá fazendo carinho no bode ele se distraiu e o esfomeado do bode mandou ver na nota fiscal dele. O animalzinho sem pensar duas vezes mastigou com gosto o macio e delicioso papel.

Ele ficou ali sem reação ao ver a sua nota fiscal sendo devorada como se fosse uma saborosa folha de alface. Só uma coisa passava pela cabeça dele. Como é que ele ia explicar aquilo pro chefe?...Como explicar!....

Edilson Rodrigues Silva

O grande sonho corintiano realizado - Histórias engraçadas















Um fanático torcedor corintiano, quando passeava tranquilamente pelo belo Parque do Carmo ele tropeçou numa antiga e suja lâmpada. Enquanto ele limpava a inusitada peça ele a esfregou. Nisso... Puuuffffttt!...Saiu de lá de dentro do estranho objeto um vulto que tinha uma voz muito sinistra:
- Simmm amo! Eu sou o gênio da lâmpada.  Você tem direito a um pedido.
- Ué não eram três? Na televisão sempre eram três, protestou o exigente torcedor.
- Isso é coisa do passado. Agora é somente um. Portanto, o amo deve caprichar no pedido heim! Alertou o generoso gênio.
- Ok! Seu gênio eu gostaria que o timão tivesse o estádio dele. Todo mundo tem um estádio ou uma arena. Só nóis é que num tem. Nóis adotou o Pacaembu, mas não é a mesma coisa. O senhor sabe. A casa própria é tudo na vida do povão. Explicou o esperançoso torcedor.
- Um estádio! Caramba! Meu rapaz você pegou pesado agora heim! Não vai dar. 
- Não vai dar? Por quê? 
- Não vai dar porque é uma obra muito cara, são toneladas e toneladas de concreto. Vai gastar muito. Vai me dar um trabalhão fenomenal. Não tem jeito. Acho melhor o amo pedir outra coisa. Sentenciou o irredutível gênio.
- Tá legal! Meio desanimado, o torcedor juntou as poucas forças que lhe restavam e, tentando superar mais aquela frustração, ele fez um novo pedido.
Seu Gênio, então vê se dá pra nóis sê bi campeão da Taça Libertadores da América e do Mundial de Clubes da FIFA. Pediu o torcedor otimista.
O gênio, muito surpreso com o pedido do rapaz começou a coçar o queijo, coçar a cabeça e, sem muita opção, ele teve que se manifestar:
- É ruim de um raio cair duas vezes no mesmo lugar...Ok!...Saindo um estádioooooooo!

Edilson Rodrigues Silva 

O ajudante da Adega -Textos Engraçados - Histórias Engraçadas












O final de semana prometia. Ele estava pensando em fazer um churrasco como há muito tempo ele não fazia. Lá foi ele para a adega comprar as bebidas. Ele comprou o que queria e depois ficou esperando que o pessoal colocasse as compras no carro dele.

Enquanto ele estava esperando o rapaz trazer as bebidas tinha um tiozinho que ficava gritando a todo instante:

- Judanti! Judanti!

Como às compras estavam demorando ele logo imaginou que o tiozinho estava chamando o ajudante para fazer o serviço. Foi aí que ele comentou com o homem:

- Eu também tenho um pequeno negócio e eu entendo o senhor. Não há funcionários como antigamente é ou não é? Antes, era só a gente dar uma ordem que o pessoal tinha mais responsabilidade e logo cada um ia fazer as suas obrigações e ninguém reclamava de nada. Comentou o rapaz que estava esperando as bebidas.

O tiozinho logo tratou de desfazer o mal entendido:

- Não, meu rapaz! Eu não estou chamando nenhum funcionário não. Eu estou chamando o nosso cachorro o Judanti! Com um sorriso discreto respondeu o homem da loja.

- Ah! Eu pensei que o senhor estivesse chamando algum ajudante para lhe ajudar. Quer dizer que o Judanti é o cachorrinho da casa então. Vem cá ele ajuda mesmo? Perguntou o rapaz.

- Olha! Ajudar ele não ajuda muito não porque ele fica dormindo o dia inteiro, mas também ele não atrapalha. Eu estou chamando ele porque daqui a pouco o rapaz do pet shop vai chegar e ele vai levar o Judanti pro banho e tosa. Comentou o tiozinho da adega.

Edilson Rodrigues Silva

Crédito fácil - Histórias engraçadas
















- Essa crise européia está fogo heim? Disse o primeiro homem que estava ali naquela empresa de crédito.
- É mesmo! Parece que a coisa ali no velho mundo está ficando cada vez pior. Comentou o segundo homem.
- Você veio pegar um empréstimo também. Perguntou o primeiro homem.
- Exatamente! Estou precisando comprar uma máquina nova e, infelizmente, não tive outra opção. Respondeu o segundo homem.
- Bacana! Eu preciso de um dinheiro extra para fazer uma viagem. Mas devo confessar que não estou muito a vontade para fazer esse empréstimo. Comentou o primeiro homem.
- Por que não? Você acha que na viagem você vai acabar gastando mais que o necessário? Perguntou o segundo homem.

- Não! Não é nada disso. É por causa daquele cartaz ali:

No cartaz de publicidade estava escrito:

“Pergunte-nos sobre quais são os nossos planos para obter a sua casa” 
  
Edilson Rodrigues Silva

Compadre Manuel e o balão de São João - Histórias engraçadas

Na quermesse de São João o compadre Manuel estava se divertindo muito. Ele ia à barraca de tiro ao alvo, à barraca de argolas, à pescaria e se deliciava demais com os quitutes e doces típicos da época. Sem contar que, por nada, ele perdia uma jogada do bingo.
Quando o compadre Manoel estava esperando para comprar mais fichas para a barraca da pescaria ele conseguiu pegar um pequeno balão de São João. Ao olhar atentamente ele percebeu que junto ao balão havia a seguinte mensagem:
Quem pegar esse balão é o maior otário do mundo.
Nem precisa dizer que o compadre Manoel ficou mais bravo que touro de rodeio. Compadre Manoel era do tipo de homem que não levava desaforos para casa. Ele resolveu se vingar. Eles vão me pagar. Isso não vai ficar assim. Pensou o compadre. Imediatamente ele soltou outro balão com o seguinte comentário:
Otário e idiota é o imbecil que soltou!

Edilson Rodrigues Silva

Estratégia no Aeroporto - Textos Engraçados - Histórias Engraçadas


Ele não podia perder aquela viagem por nada. A empresa já havia marcado aquele curso meses atrás. Foi uma decisão difícil, pois uma balada na casa do Vilela não era coisa de se deixar passar em branco.

Valeu à pena. A balada foi da hora, mil gatas e coisa e tal... Hora de passar em casa fazer uma mala básica e picar a mula pro aeroporto. Destino: Copacabana, Rio de Janeiro.

Como ele estava preocupado com esse negócio de horário e de atraso de avião ele resolveu chegar mais cedo. O esquema era o seguinte: ele iria ao banheiro, fazia umas operações secretas lá e depois fecharia um pouco o olho para descansar.

Ele entrou no banheiro, foi para um dos boxes e, como era bem cedo e estava tudo relativamente tranqüilo, ele logo pegou no sono. Mais tarde ele foi despertado por um barulho super estranho. Era alguma coisa andando e fazendo um som que não lhe era desconhecido.

De imediato ele estranhou o barulho e abaixou para ver o que era que estava causando aquele som. Sem entender nada ele, ao observar aquele par de sapatos de salto alto circulando prá lá e prá cá, logo imaginou que a mulher tinha errado de casinha. Eu vou dar mais um tempinho e depois que essa mulher for embora eu também vou porque já ta na minha hora. Pensou ele.

Prá quê. Não deu nem dois minutos entraram no banheiro duas faxineiras:

- Você viu que imundice é aquele banheiro dos homí. Eita! Bando de homí porco eles faz tudo no chão. Aqui é melhor de limpar as muié são mais limpinhas e jeitosinhas... comentava uma mulher com a outra.

Já estava no horário dele fazer o check-in e ele não poderia esperar mais. Ele já sabia. Ele é que tinha entrado no banheiro das mulheres. Entrar até que não foi difícil, mas sair estava exigindo dele a melhor estratégia. Ele pensou, pensou.

E depois de instantes...

De lá de dentro de um dos boxes saiu uma mulher estranha com uma calça e uns panos enrolados no corpo e na cabeça.

- Vixe! Ocê viu isso Lia. Cê viu que muié isquisita? Deve di sê dessas muié que veve desfilando aqui e alí. Qui ropa isquisita! Otro dia eu vi uma dessas lá na televisão, era daquelas coisas chique lá da França...
 
Edilson Rodrigues Silva

Imagens Engraçadas de natal

Imagens Engraçadas de natal

Andando na Corda Bamba - Imagens Engraçadas


Outras imagens engraçadas

Ler é preciso - Histórias engraçadas













Um jovem monge chegou ao mosteiro e deram-lhe a nobre tarefa de ajudar os outros monges a transcrever os antigos mandamentos e regras da ordem religiosa. Ele ficou surpreendido ao ver que os monges faziam o seu trabalho a partir de cópias e não de manuscritos originais. 
Foi falar com o seu superior e explicou que, se alguém cometesse um erro na primeira cópia, esse erro seria espalhado por todas as cópias posteriores.
- Humm! Interessante a sua observação meu jovem. Entretanto, nós fazemos assim por séculos e séculos. Respondeu o Abade.
Mais tarde, muito curioso, o abade resolveu dar uma olhada nos documentos originais. Ele foi até os porões do mosteiro para poder ler os antigos documentos que há séculos e séculos não eram manuseados.
O abade passou quase o dia inteiro lá.
À tarde, o jovem monge, já muito preocupado, decidiu descer e ver o que tinha acontecido com o superior. Ele encontrou o abade completamente descontrolado. Ele estava com as vestes rasgadas e ele também gritava e e pulava feito um maluco. 
Muito espantado com a chocante e terrível cena, o jovem monge perguntou: 
- Mestre, o que aconteceu aqui? 
- Ah!...Eu não acredito!...Caridade! ...Caridade!..Quem foi o idiota que escreveu errado?...Eram votos de "Caridade" que tínhamos de fazer. E não de "Castidade"

Edilson Rodrigues Silva - Adaptado da Internet 



Neymar...Lindoooo! - Histórias engraçadas

- Neymar! ...Neymar!...Lindoooooo! Gritou a primeira garota.
- Calma aí colega! Não precisa ficar empurrando não. O menino não vai pra Europa. Ele já falou que vai ficar. Disse a segunda jovem.
- Quem é que está empurrando aqui. Eu estava aqui antes de você chegar. Você que chegou aqui toda intrometida e já veio jogando esse peso todo prá cima de mim. Reclamou a primeira garota.
- O quê? Você está me chamando de gorda? Escuta aqui ô menina, pega leve viu. Você não sabe com quem você tá mexendo heim. Ameaçou a segunda garota.
- Hum! Eu não tô nem aí. Olha aqui ó! Tô morrendo de medo de você. Aí! Aí! Aí!...Ui!...Ui... Ui Debochou a primeira garota.

- Neymar!...Neymar! Dá um autógrafo? Lindooooo! Gritou a segunda garota.

Nisso o grande craque do Santos Futebol Clube se aproximou da pequena cerca, pegou uma caneta de uma das meninas e um bloco de papel de outra e saiu distribuindo autógrafos e mais autógrafos para as garotas...

Por causa da grande generosidade do craque formou-se um grande tumulto e algumas garotas começaram a se estranhar. Em pouco tempo o clima esquentou de vez e a situação ali naquela pequena aglomeração de fãs desesperadas ficou totalmente sem controle. Agora era empurrão pra lá, sopapo no cangote pra cá, pisão no pé, puxão de cabelo... Uma bagunça geral.

Enquanto algumas garotas estavam ali se estranhando outra garota que estava ali ao lado, fora daquela tietagem explicita, aproximou-se e disse:

- Calma meninas! Vocês estão brigando a toa esse Neymar aí é genérico.
- Genérico! Estranharam as garotas. Como assim genérico? Perguntou uma das garotas que estavam ali quase se acabando por causa do bofe com cabelo de moicano.

- É isso mesmo! Ele é o dublê do Neymar. O Neymar verdadeiro está lá dentro do ônibus. Esse rapaz aí é a cópia dele. Ele só vai gravar as cenas externas do comercial. Aquelas cenas que tem que ficar torrando em baixo do sol. O Neymarzinho verdadeiro só vai gravar depois. Esclareceu a terceira garota.

- Genérico? Disse decepcionada a primeira garota. Puxa vida. Deu um trabalhão danado pra gente pegar esse autógrafo. Quase apanhei por causa de um sócia.

- Não é sócia. É sósia! Corrigiu a segunda garota. É uma pena ter que jogar o autógrafo fora. Até que ele é bem parecido com o Neymar...

- Jogar fora! Nem pensar. Esse autógrafo deu um trabalhão danado para eu conseguir. E tem mais, genérico ou não, eu não vou perder a chance de provocar as minhas amigas Priscila, Amanda e, principalmente a enjoada da Paula. Ah! Não vou mesmo. Genérico ou não, elas vão ter que me engolir. Disse toda orgulhosa à primeira garota.

Edilson Rodrigues Silva

Natal, Descanso merecido - Imagens Engraçadas

Pegar Pesado - Imagens Engraçadas

Pegando Leve - Imagens Engraçadas

Ideia Fixa - Imagens Engraçadas

IPVA - Vai começar tudo de novo - Imagens Engraçadas

Imagens Engraçadas de natal



Veja:
 mais imagens engraçadas de natal 

Estressssada eu! - Textos Pequenos e Cronicas Pequenas


- O que foi que aconteceu meu bem? Por que você está assim tão abatida? Perguntou o marido.
- Lá no trabalho todo mundo está falando que eu estou muito estressada e desequilibrada. Disse a esposa.
- Nooossa! Não liga não amor. Isso, com certeza, é inveja daquelas despeitadas. Elas não conseguem vender mais do que você e por isso ficam com dor de cotovelo. Amor! Você sabe onde está o meu chinelo?
- Você não sssabe procurar nada ssseu idiotaaaa! Eu é que tenho que ssssaber onde está o seu maldito chiiineloo!

Edilson Rodrigues Silva

Concurso de Piadas - Textos Pequenos

Um Português, um Francês, um Italiano, e um Brasileiro inscreveram-se num concurso de piadas. O participante da península ibérica iniciou a disputa:
- O sábio Manuel, depois de pensar bastante disse... 
Imediatamente, os outros competidores não conseguiram suportar aquela maravilhosa piada e puseram-se a rir incontrolavelmente. Por mais que o Português pedisse para que os outros participantes fizessem silêncio para que ele pudesse prosseguir ele nada conseguia. Os outros concorrentes era só risadas e mais risadas. Depois de quase uma hora de risos e gargalhadas os outros participantes se acalmaram e pararam de rir. Foi quando o Português pôde continuar:
...para o Sábio Joaquim... 
Aí ninguém agüentou mais. O Americano teve um mal súbito ali mesmo e acabou colocando o bloco na rua de tanta risada que ele deu. O francês está rindo até hoje. O Brasileiro teve que ser internado com crises crônicas de câimbras no abdômen...

Edilson Rodrigues Silva

:Guia Pratico Para Passar em Um Concurso Público em 1 Ano. VEJA AQUI

Vida dura - Histórias curtas e engraçadas

Um homem estava muito suado e cansado. Ele estava trabalhando muito duro para poder terminar o acabamento do muro de uma casa.
De repente parou junto ao muro um desses catadores de papelão, latinhas e afins e ficou ali olhando ele trabalhar.
Incomodado, o trabalhador comentou:
- Você sabia que a preguiça é pecado?
- A inveja também. Respondeu o catador de recicláveis.

Edilson Rodrigues Silva 

Um passageiro diferenciado - Histórias curtas e engraçadas


Um canibal, para sair um pouco da rotina, resolveu fazer uma viagem de turismo. Ele saiu da Amazônia e resolveu visitar a distante Ilha de Madagascar.
No avião, na hora do almoço:
- Senhor!...Senhor!  O senhor aceitaria o almoço? Perguntou a aeromoça.
- O que temos hoje? Perguntou o selvagem.
- Senhor! Aqui está o nosso cardápio. Prontamente disse a aeromoça.
O selvagem olhou...olhou... E, meio decepcionado, chamou a prestativa moça:
- Moça, por favor, me vê a lista de passageiros.

Edilson Rodrigues Silva

Ponto de referência - Histórias engraçadas

- Eu não sei o que está acontecendo? Comentou o primeiro amigo, que era careca, e que estava sentado em uma cadeira bem em frente à padaria do bairro.
- Por que você esta dizendo isso compadre. Disse segundo o amigo que estava ao lado dele.
- Eu já vi o pessoal pedir informação para mim, mas como hoje eu nunca vi. Caramba! Será que o pessoal está pensando que eu sou fiscal de empresa de ônibus ou coisa parecida? Perguntou o primeiro amigo.
- Compadre, não fique nervoso por causa disso. Esse negócio de alguém pedir informação é a coisa mais normal do mundo. Outro dia mesmo eu estava sentado aí onde o senhor está sentado e no tempo que eu fiquei aqui conversando com uns camaradas mais de três pessoas vieram aqui pedir informação para nós. Comentou o segundo amigo.
- Três pessoas é um número normal! Aí sim, mais desde quando eu cheguei aqui eu já dei informação para mais de quinze pessoas. 
- Quinze pessoas! Puxa vida compadre, acho que o senhor quebrou o recorde de informação num dia só. 
Enquanto os dois amigos estavam ali conversando apareceu um menino e perguntou para o primeiro amigo se ele sabia onde passava a linha de ônibus 165H – Jd. Primavera – Centro.
- Tá vendo compadre? To falando pro senhor? Com esse garoto aqui já são quase vinte...Hummm!...Deixe me ver...165H? Essa linha eu não conheço por aqui não. Ela é nova?
- O senhor não conhece? Mas aquele homem que está ali naquele bar falou que o careca que está sentado aqui na frente da padaria sabia. E careca aqui na frente da padaria só tem o senhor. Disse o garotinho.

Edilson Rodrigues Silva 

Pode sentar sogrinha - Histórias engraçadas


Depois de anos e anos perseguindo o sonho de todo casal. Eles, até que enfim, conseguiram comprar a tão sonhada casa própria. Para isso marcaram um churrasco para celebrar aquela grande conquista: a nova moradia. Todos foram convidados.
Assim que os convidados iam chegando o jovem casal recebia todos com o carinho e o amor de sempre e depois eles, com todo prazer e muito orgulhosos, mostravam o novo lar aos convidados.
Foi quando chegou à querida sogra do rapaz. Como eles fizeram com todos os convidados, eles mostraram a casa toda para os pais da garota e depois todos foram se reunir perto da churrasqueira para jogar um pouco de conversa fora.
Assim que a querida sogrinha foi se acomodando numa bela espreguiçadeira o amoroso genro gritou:
- Não sogrinha! Não sente aí não. Olha ali ao lado tem um acento muito especial que eu comprei especialmente para a senhora. Brincou o rapaz ao mostrar a todos um belo exemplar do cactus “banco de sogra”

Edilson Rodrigues Silva  

Paciente bom de matemática - Histórias engraçadas

O médico chefe da clinica psiquiátrica resolveu fazer um teste para ver a sanidade dos seus pacientes.
Muito bem! Vamos ver como é que vocês estão se saindo na matemática:
- Miguel, Quanto é quatro mais quatro? Perguntou o doutor.
- É Setembro doutor. Respondeu o primeiro paciente.
- Setembro? Que resposta maluca é essa seu Miguel?
- Jorginho? Quanto é quatro mais quatro? 
- É Novembro! Respondeu o segundo interno!
- Francamente? O que está acontecendo com vocês rapazes. Desse jeito não vai dar para liberar vocês para irem para casa... Reclamou o doutor. Vamos ver se nessa ala tem alguém aqui que se salva... Albertinho, quanto é quatro mais quatro? Insistiu o doutor.
- São oito doutor!
- Eu não acredito! Aleluia!...Aleluia! ...Aleluia!...Impressionante. Albertinho, diga-me como você conseguiu chegar nesse maravilhoso e exato resultado? Perguntou o surpreso doutor.
- Foi fácil doutor! Pense comigo: Setembro + Novembro – Abril, depois dividido por dois é igual a oito. Mamão com mel!

Edilson Rodrigues Silva

Olha a melancia - Histórias engraçadas


- Assim que a esposa dele chegou ao doce lar, toda feliz, ela comentou com o marido:
- Olha amor que beleza de melancia que eu comprei na feira.
- Hummm! Está bonita mesmo. Quanto custou essa daí. Você sabe que no caminhão perto da firma tem um cara que vende duas melancias bem grandes por dez reais. Falou o homem.
- Amor, não vai brigar comigo. É que ela estava tão bonita e o homem que me vendeu me falou que a safra estava acabando. Eu não resisti. Essa melancia custou quinze reais. Disse a mulher.
- O marido estava bebendo um pouco de café e: Bruuuuppfff! O quê? Você pagou quinze reais numa melancia? Isso foi um roubo. Isso não vai ficar assim não. Eu vou lá conversar com esse explorador. Detesto é ser explorado! Reclamou violentamente o marido.
Ao chegar à feira, de longe, ele avistou a barraca de frutas na qual a esposa dele havia comprado a melancia. Ele olhou rapidamente e viu que lá estavam somente uma senhora e um senhor de meia idade. Imediatamente ele começou a gritar e a falar palavras ofensivas em direção aos feirantes. O homem, bastante alterado, não parava de gritar ele dizia:
- Quem foi que vendeu uma melancia para a minha mulher por quinze reais? Quem foi?
O homem e a mulher que estavam na barraca ficaram muito assustados com a agressividade do marido da mulher e eles não conseguiram falar nada. Foi quando de dentro de um caminhão próximo dali saiu um rapaz enorme e muito forte, daquele tipo carregador de piano manja? O cara com a cara toda amassada e com o cabelo desalinhado, prontamente disse:
- Fui eu! Por que mano?
- Bem.. Hãm!...Não é nada não! Você não teria ai mais uma melancia bem madurinha? Eu acho que só uma melancia não vai dar pra turma lá de casa. Eles gostam bastante. Justificou o valentão.

Edilson Rodrigues Silva

COMO SER FELIZ

MENSAGENS DE ANIVERSÁRIO

CRONICAS MAIS POPULARES

Translate

CURSOS GRATUITOS